Logo Liga das Noivas
Cantoneira Cantoneira Cantoneira Cantoneira
Siga-nos no Twitter da Liga das noivas Acesse o facebook da Liga das noivas
Boneca Liga das Noivas - Viagem

Antes H1Mais que relógios e chocolates

Lago de Zurique

Lago de Zurique

Lá não é apenas a terra dos relógios perfeitos ou chocolates deliciosos. Na Suíça, há muito mais a ser desvendado que o que costumamos associar ao país. Com paisagens naturais de tirar o folego, o país tem atraído cada vez mais casais que buscam cenários com neve, rios, vales e lagos, ou seja, um sonho para passar uma lua de mel. E entre os locais mais famosos do país, está Zurique, a maior cidade do país.

Nesse local lindo e arborizado, os casais poderão passear a pé ou de bicicleta. De bike, poderão ir, por exemplo, ao centro antigo da cidade, o Altstadt. O Old Town merece uma caminhada a pé pelas ruas de pedras. Há um relógio com quase 9 metros de diâmetro, casas medievais; edifícios centenários com sacadas, bandeiras e janelas coloridas; ruínas das fortificações e muralhas romanas; um labirinto de ruelas e becos de paralelepípedos, estreitos e sinuosos… Além disso, cafés, lojas e galerias não faltam.

Outra atração é a Zürich Hauptbahnhof, a maior estação de trens da Suíça. De lá, é possível pegar um trem para destinos como Holanda, Alemanha, Itália, Bélgica, Hungria, Espanha, Áustria, França, Croácia e Sérvia. O prédio, com estilo neo-renascentista, tem entrada principal de arenito em formato de arcos, com saída para a Bahnhofstrasse.

Altsdadt

Altsdadt

E o que falar sobre as igrejas? Grossmünster, Fraumünster e St. Peterskirche. A primeira, em estilo românico, está localizada em uma colina 15 metros acima da margem direita do Limmat. De lá. é possível ter uma vista panorâmica da cidade. Os vitrais são uma atração a mais: feitos em 1933, por Augusto Giacometti, representam os Três Reis Magos trazendo presentes para a Virgem e o Menino, com os anjos acima. Já a segunda, construída em 1250 sobre as ruínas de uma antiga abadia, é uma igreja protestante em estilos gótico e românico, localizada na saída da Münsterbrücke e famosa por sua torre de relógio azul – seus vitrais também chamam a atenção, cinco deles projetados pelo artista Marc Chagall, e outro de Augusto Giacometti . A igreja mais antiga de Zurique é a St. Peterskirche, construída entre os séculos 8 e 9. Localizada ao lado da colina Lindenhof, seu interior mescla estilos barroco e românico, com alguns murais medievais, incluindo a imagem parcial de um santo, o rico adorno acanto com verso da Bíblia sobre o púlpito

Para quem sempre pensa em compras, não pode deixar de conhecer Sprungli, o endereço das lojas mais badaladas, como Prada, Channel, entre outras.

Enge Seebad

Enge Seebad

E não pense que apenas nas estações mais frescas Zurique seja um destino maravilhoso. Cortada pelo Rio Limmat e banhada pelo Lago, a cidade é um convite aos que amam balneários. Em Enge Seebad, vale passar o dia alternando entre piscinas aquecidas e o frescor das águas do Lago de Zurique. No local, há também muitos bares com várias opções de entretenimento. No Lago, há nadadores, praticantes de canoagem e pessoas em pedalinhos que convivem pacificamente com patos e gansos.

No Museu Nacional Suíço, que fica em um edifício com mais de 100 anos, existem coleções super interessantes, como a de objetos relacionados a história local. Há também o Kunsthaus, com obras de Amberto Giacometti e trabalhos de Cézanne, Monet e Picasso. Já o Rietberg é um dos principais centros de arte não-européia do mundo, com acervo de artes africana, asiática, indiana, chinesa e japonesa. O Uhrenmuseum Beyer tem a maior coleção particular de relógios, ampulhetas, cronômetros e outros instrumentos de marcação do tempo. E não são apenas esses. Zurique tem mais de 50 museus e 100 galerias de arte.

Parque Lindenhof

Parque Lindenhof

O Parque Lindenhof é um dos lugares mais antigos e importantes de Zurique. Lá, há ruínas pré-históricas, romanas e medievais. O espaço faz parte do “Patrimônio Suíço de Importância Nacional”.

Mas, para alguns, a parte mais esperada é conhecer as lojas e marcas de chocolate. Para quem vai com esse objetivo, não pode deixar de ir a Confiserie Sprungli a mais antiga chocolateria do país e um paraíso de tortas, pralinés, trufas e os famosos macarons suíços. Já Kilchberg é a casa da Lindt. Aproveite e conheça a fábrica em visitas guiadas e o museu de chocolate.

Uma curiosidade é que Zurique é a cidade das 1200 fontes, com o maior número de fontes públicas de água potável do mundo – são exatas 1224. Ou seja, se você ficar com sede, pode pegar um copinho e beber água ali mesmo.

Zurique ainda tem mais programas igualmente perfeitos, que podem agradar casais de todos os estilos. Ou seja, como podem perceber, a cidade é bem mais que chocolates e relógios. Boa viagem!

Informações obtidas na Revista Viajar Pelo Mundo e do site http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/

Compartilhe:

Deixe seu comentário

Comentários (One)

  1. Quem comentou Geralyn:
    10/10/2016 | 15:57

    Its wonderful as your other content : D, appreciate it for posting . “As experience widens, one begins to see how much upon a level all human things ar#21e82.&; by Joseph Farrell.

Deixe o seu Comentário

Seu email nunca será publicado Campos marcado com * devem ser preenchidos

*
*