Logo Liga das Noivas
Cantoneira Cantoneira Cantoneira Cantoneira
Siga-nos no Twitter da Liga das noivas Acesse o facebook da Liga das noivas
Boneca Liga das Noivas - Nutrição & Saúde

Antes H1Na saúde e na doença

saudeQuando casamos, realizamos o grande sonho de compartilhar nossa vida com a pessoa que amamos. Normalmente, pensamos sempre em bons momentos, mas nenhum casamento é feito apenas deles, não é mesmo? E uma das horas que mais precisamos do nosso amor – seja você dele, ou ele de você – é quando alguém fica doente.

Pode ser desde um pequeno resfriado a algo maior, o importante é saber que cuidar de quem amamos é mais que uma teórica obrigação acordada no casamento. Aline Dias conta que a primeira vez que viu o marido doente foi um grande susto, afinal, durante o namoro de dois anos, nem resfriado ele teve. “Ele começou a suar frio e, como todo homem, disse que era uma coisa passageira. Até que desmaiou do nada. Estávamos na casa da minha mãe e entrei em pânico. A sorte é que ela é muito calma e soube levar a situação. Deu álcool para ele cheirar e quando o acordou deu o tempo que ele precisava. No final, fomos para o hospital e ele estava muito fraco devido ao excesso de trabalho e alimentação péssima. Pedi uma semana no trabalho e cuidei dele, fazendo comidas, sucos e muito carinho. Ele ficou ótimo até mais rápido”, brinca Aline. Mas gracinhas a parte, o carinho tem realmente importância fundamental na cura.

Inúmeras pesquisas mostram que o apoio de amigos e parentes são determinantes para a melhora de pacientes internados ou em tratamento. Portanto, seguindo essa linha, dar atenção ao paciente, ainda que seja um simples resfriado, não o deixando apenas com o tratamento com remédios prescritos pelo medico – que obviamente tem muita importância -, tem enorme valor na hora da recuperação de um paciente.

A seguir, algumas dicas do que você – ou o seu marido – pode fazer para ajudar o cônjuge a se recuperar:

– antes de mais nada, procure orientação médica e exames;

– siga as orientações e horários prescritos pelos médicos com atenção;

– de alimentos sempre frescos e de boa qualidade nutricional;

– alimente a pessoa a cada três horas, ainda que seja com um suco entre os intervalos das refeições;

– se ofereça para ajudar no banho caso a pessoa esteja fraca;

– lembre-se de sempre pedir para a pessoa deixar trancas abertas para que, se passar mal, você possa ajudar;

– algumas doenças podem piorar com poeira. Mantenha tudo sempre limpo;

– dê bastante liquido, especialmente água;

– e o mais importante: carinho. Afinal, amor e cuidado nunca são excessivos quando a gente é paparicado por quem ama.

 

Compartilhe:

Deixe seu comentário

Deixe o seu Comentário

Seu email nunca será publicado Campos marcado com * devem ser preenchidos

*
*