Logo Liga das Noivas
Cantoneira Cantoneira Cantoneira Cantoneira
Siga-nos no Twitter da Liga das noivas Acesse o facebook da Liga das noivas
Boneca Liga das Noivas - Viagem

Antes H1Amor, História e gastronomia

Viajar na lua de mel é algo que todo casal almeja quando marca a data de casamento. Com destinos variados ao redor do mundo, não é difícil agradar a qualquer gosto, desde os mais aventureiros, passando pelos esotéricos e chegando aos mais cosmopolitas. Mas, tratando-se de um destino romântico, poucos lugares são mais sonhados que a região da Toscana, na Itália.

E esse foi um dos locais escolhidos pelo casal Rafael Roseira e Beatriz Paz. Depois de todos os acertos sobre cerimônia e casamento, foi a hora de resolver para onde ir para celebrar a nova vida. Rafael já havia visitado alguns locais que gostaria de voltar. Já Beatriz conhecia bem a Europa, pois morou alguns anos em Portugal. Mas depois de analisarem cada roteiro possível, optaram por um lugar que ambos não conhecessem e que, seguramente, seria muito romântico.

Antes de viajarem, o casal procurou saber tudo sobre o local, inclusive a sua história. Foi aí, então, que descobriram que antes da Itália que conhecemos hoje, o local era um aglutinado de pequenos países (Estados), com suas próprias capitais, costumes e até línguas – e entre esses Estados estava a Toscana e sua capital, Florença.

A Toscana é uma região de muitos campos e cidades pequenas, porém extremamente charmosas e pitorescas. História, cultura e arte explodem em Florença, berço do Renascimento, período histórico que marca o fim da Idade Média e o início da Idade Moderna. Nomes como Michelangelo, Rafael e Da Vinci, além de muitos outros ícones das Artes e Ciências, trabalharam ou viveram em Florença e deixaram por lá inúmeras obras.

Além de uma história riquíssima, Florença é um convite a diversão e a boa gastronomia. “A Bisteca Florentina é o prato mais famoso de lá, mas, para os brasileiros, o prato pode não parecer muito suculento, pois trata-se de uma peça bruta de carne, acompanhada do osso e muita gordura. Para quem está acostumado a picanha e filé mignon, o custo-benefício não compensa. Além de não ser nada romântico”, comenta Rafael.

Mas entre os passeios mais românticos, o casal lembra da Piazza Michelângelo. “A subida para chegar lá é bem íngreme, mas a vista é muito bonita. Uma garrafa de vinho, vendida nas carrocinhas na própria praça, faz o pôr do sol ficar ainda mais bonito”, relembra Beatriz.

Outro local que chamou a atenção de Rafael e Beatriz foi a Trattoria Mario, indicada por uma balconista de uma das inúmeras gelaterias que experimentaram por lá. “O restaurante pequeno, onde você compartilha a mesa com outros clientes, só abre na hora do almoço, das 12h às 16h, mas trate de chegar antes das 12h porque o lugar enche bastante”, explica Rafael. “Além disso, prove tantos gelattos quanto puder e escolha a sua melhor gelateria”, complementa.

Mas além dos locais favoritos deles, caso resolva passar a lua de mel na Toscana, não deixe de visitar os pontos turísticos mais conhecidos, porém, igualmente interessantes, como Galleria dell’Accademia, Piazza della Signoria, Uffizi, Palazzo Pitti, Ponte Vecchio, Duomo, entre outros. “São todos lindos e imperdíveis”, finaliza, em coro, o casal.

 

Compartilhe:

Deixe seu comentário

Deixe o seu Comentário

Seu email nunca será publicado Campos marcado com * devem ser preenchidos

*
*