Logo Liga das Noivas
Cantoneira Cantoneira Cantoneira Cantoneira
Siga-nos no Twitter da Liga das noivas Acesse o facebook da Liga das noivas
Boneca Liga das Noivas - Viagem

Antes H1SANTIAGO DO CHILE: DESTINO PREVILEGIADO NA AMÉRICA DO SUL PARA UMA LUA DE MEL DOS SONHOS

Com uma vista maravilhosa dos Andes, arranha céus modernos e ruas limpas, Santiago do Chile se destaca como uma das mais impressionantes capitais da América Latina. Entre seus atrativos estão inúmeros restaurantes, vinícolas, parques, estações de esqui, museus e uma intensa vida noturna, onde é possível caminhar por bairros boêmios. Verdadeiro paraíso para os casais em lua de mel, um lugar lindo, inesquecível e romântico. Confira as dicas que nós, da Liga das Noivas, selecionamos para te ajudar nesta difícil escolha.

O Chile é um país estreito situado na costa do oceano Pacífico fazendo fronteiras com o Peru, Bolívia e Argentina. Sua língua oficial é o espanhol e sua moeda o peso chileno. A população é mestiça de europeus e indígenas cujas tradições são cultivadas em algumas partes do país. Os chilenos são muito agradáveis e hospitaleiros com todos os estrangeiros tornando o passeio pelo país bastante agradável.

Santiago está a 520 metros de altura, próximo à Cordilheira dos Andes sendo a principal cidade do Chile comercialmente e culturalmente. No verão, quando a temperatura média é de 22ºC, a cidade torna-se mais tranquila – os moradores aproveitam para visitar as praias banhadas pelo oceano Pacífico, principalmente os balneários de Viña del Mar e Valparaíso. No inverno, a temperatura fica poucos graus acima de zero, o que dá à cidade um novo atrativo, tornando-a ponto de partida para as estações de esqui.

Além disso, ela é moderna e rica. Está entre as 60 cidades com maior poder aquisitivo do mundo. Enquanto Buenos Aires, na Argentina, está para uma Europa de outros tempos, Santiago se espelha numa América do Norte organizada, simpática e politicamente correta. Uma viagem para lá renderá momentos agradáveis, com a surpresa de um céu azul turquesa.

 

PRINCIPAIS PONTOS TURÍSTICOS:

 
Cerro San Cristóbal: Montanha que oferece visão privilegiada da cidade de Santiago e garante fotos lindas! A subida até o topo pode ser feita, a pé ou de táxi, mas eu recomendo a primeira opção.

Vinícola Conha Y Toro: Vinícola famosa um pouco mais afastada de Santiago. É recomendável a ajuda de um guia que leva para conhecer toda a vinícola e comenta sobre a fabricação dos vinhos, sendo que durante o trajeto é possível experimentar alguns vinhos produzidos por eles. É de lá que vem a lenda do Casilero del Diablo. É possível ir de metrô e pegar um táxi até a vinícola, o que sai bem mais barato que pagar o passeio para as empresas, além de ser muito mais interessante.

Estações de Esqui: As três principais estações ficam situadas no alto da montanha e a subida pela Cordilheira dos Andes é deslumbrante. Há muitas empresas que prestam esse serviço de levar até a estação, além de oferecer o aluguel da roupa de frio e dos equipamentos de esqui. Agora… prepare o bolso! Para quem vai apenas passear na estação já é um pouco caro, mas para quem resolveu se aventurar e esquiar o preço é mais salgado ainda. Escolha estações mais simples e baratas, onde você poderá ter aulas e, só depois, conhecer as outras mais altas e íngremes.

Bairro de Las Condes: É um bairro bem bonito, delicioso para passear num fim de tarde. As casas são lindas e quem se encanta por arquitetura ficará encantado com o lugar. É lá também que fica o Shopping Parque Arauco, o lugar ideal para fazer compras, se sentir um chileno e almoçar bem.

Valparaíso e Viña del Mar: Cidades próximas a Santiago, que podem ser conhecidas no mesmo dia. Valparaíso é uma cidade histórica que abriga uma das casas de Pablo Neruda, e Viña del Mar, uma cidade litorânea da costa do Oceano Pacífico com uma paisagem muito bonita

Aquarium Santiago: Com três andarea tem cerca de 2 mil metros quadrados construídos. Mais de 200 espécies do Chile e do mundo encantam os visitantes. Tem até show de papagaios amestrados: as aves “pedalam” bicicletas, andam com patins e fazem até quebra-cabeças.

Casa de Pablo Neruda: Encha sua vida de poesia visitando a casa que Pablo Neruda construiu para viver ao lado de sua terceira esposa até o golpe militar. Caminhos no jardim convidam o visitante a se debruçar na arte e no sonho. É lá que fica a sede da Fundação Pablo Neruda.

Rota do Vinho: Os vinhos chilenos são conhecidos mundialmente e podemos dizer que estão entre os melhores. Perto de Santiago você encontrará uma variedade de opções de viniculas abertas a visitação. A dica é alugar um carro e conhecer através da rota dos vinhos. Para maiores informações acesse o site local www.rutadelvino.cl. Não deixe de ir na Casa Silva (www.casasilva.cl) esta é uma vinicola pequena porém muito charmosa, possui restaurante e até hotel. Vale passar o dia!

Fantasilandia: Oito hectares, mais de 30 atrações, um milhão de visitantes anualmente. A última novidade foi a montanha russa invertida, em que os passageiros percorrem 689 metros a mais de 80km/h com as pernas soltas em mais de cinco curvas e loops.

Mercado Central: Inaugurado em 1872 para abrigar uma biblioteca, é considerado uma das construções mais bonitas da época. Preste atenção nos adornos dos pilares e arcos que sustentam o teto e as figuras de mulher em ferro fundido. Foi declarado monumento histórico em 1984. Além de encontrar frutas, peixes e carnes, o local também possui restaurantes.

Museu Chileno de Arte Precolombino: Museu dedicado ao estudo e divulgação de artefatos pré-colombianos da América do Sul e América Central, foi fundado pelo arquiteto e colecionador Sergio Larraín García-Moreno. Aberto ao público em 1981, é considerado por muitos um dos mais significativos do gênero no mundo: são mais de 3 mil objetos compreendendo um período de 10 mil anos.

Museu Nacional de Belas Artes: Inspirado no Petit Palais de Paris foi inaugurado em 1910 para abrigar coleções de arte chilena do período colonial ao atual. Possui mais de 5 mil peças. Embora conserve artefatos impressionantes, é justamente o projeto arquitetônico do museu que pode deixar o visitante encantado.

Palácio de La Moneda: A sede da presidência do Chile abriga também o Ministério do Interior, Secretaria Geral da Presidência e do governo. Construído entre 1786 e 1812 para ser a Casa da Moeda, impressiona pela largura das paredes – projetadas para suportar possíveis terremotos, recorrentes na região. Por este motivo, é um dos poucos exemplos da arquitetura colonial espanhola que resistiram ao tempo em Santiago. Na praça, é possível ver estátuas de todos os presidentes do Chile, com destaque para a de Salvador Allende. A visita ao Centro Cultural Palácio de La Moneda é obrigatória.

Pátio BellaVista: Depois de passear pelas ruas charmosas do bairro Bellavista – o reduto de artistas e intelectuais da cidade -, pare neste pátio. É um centro gastronômico, cultural e artístico que conquista o público pelo charme de seus antigos galpões restaurados (remetendo a uma Santiago de 1900). Lá, além de provar um saboroso vinho argentino e almoçar um delicioso salmão, o turista pode ainda conferir exposições de arte e artesanatos típicos da região.

Parque Metropolitano de Santiago do Chile: São aproximadamente 720 hectares. Não é de estranhar que um dos maiores parques urbanos do mundo agrade a todos os gostos com boas opções de entretenimento. As principais atrações do parque são, sem dúvida, o zoológico, o teleférico, as duas piscinas que refrescam no verão e um bondinho. Além da área verde – é claro.

Plaza de Armas: O marco zero do Chile tem muita história para contar: começou a “existir” na primeira metade do século 16, tornando-se o principal ponto comercial na época da Colônia. Durante o dia, fica abarrotada de vendedores, turistas e trabalhadores. É lá que o visitante encontra a Catedral Metropolitana de Santiago, considerada monumento nacional – embora seja o quinto edifício a ser construída no local da igreja original (as construções anteriores sucumbiram a terremotos e incêndio).

 

Compartilhe:

Deixe seu comentário

Deixe o seu Comentário

Seu email nunca será publicado Campos marcado com * devem ser preenchidos

*
*