Logo Liga das Noivas
Cantoneira Cantoneira Cantoneira Cantoneira
Siga-nos no Twitter da Liga das noivas Acesse o facebook da Liga das noivas
Boneca Liga das Noivas - Viagem

Antes H1POLINÉSIA FRANCESA: CENÁRIO DOS SONHOS PARA SUA LUA DE MEL

Que casal não sonha passar a lua de mel no paraíso? Esse lugar tem nome e se chama Polinésia Francesa. Um conjunto de 118 ilhas de beleza deslumbrante, sendo somente 67 habitadas, cenário perfeito para os récem casados celebrarem o amor com momentos românticos inesquecíveis. Já imaginou acordar num bangalô em pleno oceano com o café da manhã sendo levado numa canoa deixando o momento ainda mais especial?

Esta fantástica região, localizada no Oceano Pacífico, é formada por cinco grandes arquipélagos: Gambier, Tuamotu, Austral, Marquesas e – o mais famoso deles – Sociedade, onde estão as incríveis ilhas Bora Bora, Moorea e Tahiti. Essa última é a maior ilha de todas, inclusive, muitas vezes fala-se de Tahiti como se estivesse citando toda a região, mas na verdade, trata-se de apenas uma das muitas ilhas polinésias.

A areia branca, mares em dégradé de azuis e a temperatura agradável da água, assim como as cachoeiras, a vegetação e fauna terrestre e marinha e, sobretudo, as belas praias, fazem da Polinésia Francesa um lugar mágico. Você pode optar em fazer um cruzeiro em luxuosos navios, relaxar nos spas dos hotéis, mergulhar, percorrer as ilhas num safári, ou num pra lá de romântico passeio de cavalo a dois.

As ilhas mais conhecidas e visitadas da Polinésia Francesa são Tahiti, Moorea e Bora Bora. As melhores atrações, você só encontra passeando com calma pelas ilhas. Abaixo, seguem algumas dicas:

Bora Bora

Considerada a mais bela ilha da região, inspira momentos de romance com seus belíssimos bangalôs espalhados pelo Oceano Pacífico, por isso, a mais procurada por casais na lua de mel. Os motus, (ilhotas formadas por corais), que rodeiam a ilha deixam as águas quase paradas, com jeitinho de lagoa azul. Além disso, tais ilhotas possuem praias desertas para as quais a maior parte dos hotéis oferece translado de barco. À noite, em vez de agito, o clima é de romance nos bares e restaurantes de Bora Bora. A ilha principal abriga vilas nativas e hotéis.

Moorea

Saindo do Tahiti a bordo de um catamarã, basta meia hora para chegar a Moorea, ou de avião, em apenas 7 minutos. De tão pequena que a ilha é, apenas duas horas são suficientes para percorrer sua extensão, seja de carro ou moto. Há plantações de algodão, café, cana-de-açúcar e também montanhas que podem ser exploradas de carro, a pé, helicópteros, veículos 4×4 etc. No entanto, o passeio mais característico é nadar com os golfinhos e dar comida a arraias e tubarões. Para explorar ainda mais as belezas da ilha, alugue uma scooter e vá em busca das melhores paisagens.

Huahine

Muito tranquila, ideal para um clima românrico. É formada por duas ilhas unidas por uma ponte e circundada por um grande recife de coráis. O território compreende oito vilarejos e há uma boa quantidade de fazendas de baunilha, melão e banana. Você pode fazer o tour pela ilha de barco ou ônibus, conhecer o vilarejo de Fare, com opções de restaurantes ou visitar os sítios arqueológicos, já que a ilha concentra templos antigos.

Rangiroa

Perfeito para mergulhos para os casais mais aventureiros. São 240 pequenas ilhas espalhadas ao redor. Conheça as vilas Avatoru e Tiputa, sendo que na primeira há hotéis, bancos e lugares para compras e na segunda, um pequeno hospital, correios e um vilarejo administrativo à disposição dos turistas.

Manihi

Suas águas abrigam as mais famosas pérolas do Tahiti, já que as águas possuem as condições ideais para a produção. Não deixe de aproveitar a calmaria das águas e conhecer o vilarejo de Turipaoa – morada para cerca de 800 habitantes, com poucos carros e cercada por Hibiscos, Primaveras e Frangipanis, flores típicas da região. Possue uma fauna marinha abundante ideal para a prática do mergulho.

Tikehau

Á 300km a noroeste da Ilha de Tahiti, a graciosa Tikehau é morada de uma infinidade de peixes, o mergulho também é uma boa pedida. Vale a pena conhecer o vilarejo Tuherahera e também a Ilha dos Pássaros, com uma infinidade de espécies.

Taha’A

Localizada nas Ilhas Sociedade, Taha’a é a ilha irmã de Raiatea, onde estão situadas as fazendas de melancia, coco e baunilha. Como a ilha é pequena, vale a pena explorá-la a pé, de carro ou de bicicleta.

Raiatea

Considerada a mais sagrada de todas por ter sido berço da religião e cultura há mais de 100 anos. O casal encontra uma série de atrativos como explorar o Rio Faaroa, (o único navegável da Polinésia) a bordo de uma canoa, descobrir o Monte Temehani, seja a cavalo ou a pé, conhecer Utoroa e seus artesanatos ou simplesmente curtir a tranquilizante atmosfera polinésia.

Papeete

Capital do Tahiti, Papeete é uma amostra do que o visitante vai encontrar quando explorar a imensidão azul ao seu redor. O balneário tem praias agradáveis e excelentes restaurantes. É também em Papeete o melhor lugar para comprar o pareô, traje típico da região. As mulheres podem ainda aderir a outro costume local: a flor de hibisco no cabelo. Solteiras a usam no lado direito e, casadas, no esquerdo.

 

 

Tahiti

É a maior ilha da Polinésia Francesa. A poucos quilômetros de Papeete, a principal cidade, onde está a maior parte da população da Polinésia, você pode encontrar trilhas que levam a lugares como o monte Aorai, que alcança pouco mais de 2 mil metros de altura e tem vistas panorâmicas sobre a ilha e o mar. Taiti também pode ser percorrido em excursões de 4×4. As principais atrações são o vale de Papenoo e o lago de Vaihiria.

A ilha ainda abriga um povo alegre e hospitaleiro, guardião de uma cultura exótica, que se manifesta não só em rituais típicos, mas também na arquitetura de palafitas e piaçava, um charme a parte que reforça ainda mais os aspectos de paraíso que a região apresenta.

Cultura Polinésia

Como todo destino com culturas diferentes, é preciso conhecer um pouco mais para evitar gafes. Apesar da colonização seguir a França, os taitianos passam bem longe da imagem dos sérios franceses e são extremamente receptivos com os turistas. No aeroporto você já será recebida com flores e danças típicas. O francês é o idioma oficial, no entanto, o idioma local não é difícil de aprender e possui palavras básicas que valem a pena serem memorizadas tais como Nana (Tchau), Maruru (Obrigado) e Iaorama (Bem-vindo).

Seguidores das tradições, os polinésios vivem e celebram a herança dos seus ancestrais, os Maohi. Prova disso, são os preservados santuários (chamados de marae que antes eram os centros de poder da Polinésia) que, hoje, são palcos para importantes celebrações.

A música e a dança – embalada pelos tambores e flautas – são extremamente presentes no cotidiano polinésio, já que em cada momento da vida, há um tipo diferente para expressar os sentimentos. Sempre alegre e com um ritmo contagiante, as danças típicas contam com um forte movimento dos quadris e mãos e são apresentadas para dar as boas-vindas aos turistas, rezar aos deuses, provocar um inimigo ou despertar a sedução.

A cozinha polinésia é uma mistura de comida maori, francesa e japonesa. Os seus ingredientes básicos são produtos originários das ilhas, como mariscos e peixes, que se podem comer na brasa ou temperados com sumo de coco e limão. O prato mais famoso é o tamaraaa: peixe, frango, porco, tubérculos e verduras, tudo envolvido em folhas de banana e introduzido debaixo de terra entre porosas pedras basálticas.

 

Não há voos diretos do Brasil à Polinésia Francesa, é preciso fazer escala em Santiago, no Chile e fazer uma parada na Ilha de Páscoa, dura em torno de 15 horas.  Há também a opção, mais demorada e custosa, de ir pela Europa. Uma vez chegando lá, tudo é bem organizado. Quase todas as ilhas possuem aeroportos, ligados por vôos diários da Air Tahiti. Há ainda a opção dos “ferryboats” (balsas) ou dos veleiros que fazem cruzeiros pela região.

 

 

Compartilhe:

Deixe seu comentário

Comentários (One)

  1. Quem comentou Mani:
    29/07/2012 | 1:05

    OMG!!! We have to talk/email. My husband and I had our homoyneon in Moorea and then at the Intercontinental Thalasso Spa that you just posted and we stayed in those bungalows. The best trip of our entire lives. You have NO idea, those pictures do NOT do it justice at all. It is truly paradise!

Deixe o seu Comentário

Seu email nunca será publicado Campos marcado com * devem ser preenchidos

*
*